15 de Março de 2011

Categorias:

a patrulha dos assuntos relevantes

hoje o @mauriciostycer escreveu um texto sobre o crítico de assunto, um tipo muito comum nesses tempos de twitter e comentários de blog. aí a @rosana mostrou o texto que escreveu, no ano passado, sobre este sintoma pentelho dos tempos modernos.

é a rede mundial da janelinha no bonde andando. todo mundo expressa sua opinião. mesmo que não tenha uma. mesmo que não saiba do que você está falando. nêgo tem uma necessidade descomunal de DISCORDAR. ah, discorda aí. mas não me pega no braço. discorda aí na sua casa, com os seus amigos. e fiquem todos concordando entre si.

ah, não concorda com isso também?

sério, olha só, não é como se você assinasse uma revista e se sentisse ofendido ao sentar na sala de espera do dentista ou no aeroporto e quisesse expressar sua opinião. então, como sempre digo, não quer ler? não gostou? DISCORDOU? a barra do navegador é serventia da casa. assim como o unfollow no twitter.

desde que comecei a fazer o tricô dos bróder tenho sido altamente importunada.

porque eu sou uma escritora e devo falar sobre assuntos relevantes.

porque eu li livros e vi filmes.

porque minha obra foi adaptada para o cinema e para o teatro.

porque sei lá, eu sou uma pessoa politizadona e não devia me importar com essas futilidades.

deixe-me contar um segredinho que descobri: prestar atenção em reality show é um dos maiores exercícios de observação da natureza humana EVAH. perceber o eco das atitudes de quem está exposto à mídia em um reality show pode ser assustador.

prestenção nas questões levantadas. prestenção na reação "aqui fora". prestenção nas torcidas e no comportamento dos fãs de participantes. e depois a gente conversa.

ou não.

porque DISCORDAR não é conversa.

ok?

ok.

bêj.


Clara Averbuck é escritora

Instagram

  • Twitter
  • Facebook
  • RSS

Ilustrações: Eva Uviedo

hand made by: SENSO*