01 de Dezembro de 2010

amanhã

eu vou escrever, fazer tudo que sempre quis.
vou viajar, cantar, compor tudo que sempre esteve aqui.
vou rir, vou abraçar meus amigos, minhas amigas, amar minha filha, cuidar das gatas, mudar de casa, arrumar os livros, escutar os discos, pintar as unhas, gostar da vida.
dormir bem no meio da cama queen size.
conhecer um monte de coisas novas.
viver mais, viver pra caralho.
você não vai estar lá.
e eu não vou morrer.
o mais triste de tudo
é que eu vou quase te esquecer.
e esquecer tudo aquilo sim
é a morte.

* to you, hubby.


Clara Averbuck é escritora

Instagram

  • Twitter
  • Facebook
  • RSS

Ilustrações: Eva Uviedo

hand made by: SENSO*