25 de Junho de 2009

thunderbuck

essa entrevista foi gravada quando eu tinha uns 15 quilos a mais de banha e umas duzentas toneladas de sanidade. o dicção é devido ao rivotril, não ao álcool. eu estava a tomar suco de abacaxi. porque rivotril e álcool não vão bem.

e yes, captain beefheart is in my heart. e a ruth brown. e holy great ray, e coisas da atlantic e da chess e da stax. não estudei bosta na escola mas nisso eu mergulhei sem nem saber se tinha fundo. ainda bem que não tem.

if you don't know shit, don't talk shit. depois que ouvirem link ray - que, segundo sei, furava os amplis pra conseguir a distorção que queria - a gente conversa. ou discute. ou não. morro de preguiça.

a questão é: amo thunder e se você pessoa conseguir ver e identificar o leadbeally na minha mão ganha um pirulito colorido. ah, e os discos são todos meus. tem mais deles - os discos - bem aqui.

a bra ci nho

c.


Clara Averbuck é escritora

Instagram

  • Twitter
  • Facebook
  • RSS

Ilustrações: Eva Uviedo

hand made by: SENSO*